Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

educação diferente

EDUCAÇÃO, SOCIEDADE E DEFICIÊNCIA

educação diferente

EDUCAÇÃO, SOCIEDADE E DEFICIÊNCIA

5 maneiras de levar a aprendizagem ativa para as salas de aula

O modelo pedagógico tradicional, em que o professor “ensina” e os alunos apenas ouvem, está ficando apenas no passado. Um estilo diferente de aquisição de conhecimento, chamado aprendizagem ativa, tem despertado o interesse dos gestores e profissionais da educação por suas diversas vantagens. E talvez tenha chegado a hora de você dar mais atenção a este tema.

Você sabe o que é aprendizagem ativa? Quer conhecer esse conceito para inovar no método de ensino da sua escola? Confira esse artigo e entenda mais sobre o assunto!

O que é aprendizagem ativa?

A aprendizagem ativa é uma técnica de ensino, dividida em diversas metodologias, que tem como fundamento um envolvimento maior dos alunos, que são convidados a estudar utilizando leituras, debates, estudos de caso e trabalhos. A prática, normalmente, desenvolve a reflexão sobre os assuntos e promove ricas discussões em sala de aula. Ou seja: os alunos se expressam.

O método dá ao aluno o papel de protagonista no processo de aprendizagem, tirando-o da posição de um mero “recebedor” de informações. Cabe a ele se engajar na busca pelo conhecimento e assumir responsabilidades em relação a sua aprendizagem. A pró-atividade e o entusiasmo do aluno farão toda a diferença no resultado final.

Quais são as vantagens da aprendizagem ativa?

Muitos se perguntam se a aprendizagem ativa é melhor para os alunos. Podemos dizer que pesquisas recentes feitas por instituições de renome como a Universidade de Washington e a Universidade de Maine dimensionaram o desenvolvimento dos alunos, tanto os submetidos à aprendizagem ativa quanto os que estudavam pela metodologia tradicional. O resultado apontou índices menores de reprovação e notas mais altas entre aqueles que protagonizaram a aprendizagem.

Vantagens para o aluno

Aprender ativamente significa ter que pensar, entender e formar a própria opinião. Assim, através da prática, o aluno desenvolve diversas habilidades. Para os alunos, as vantagens da aprendizagem ativa são:

  • Desenvolvimento do pensamento crítico
  • Facilidade para reter o conhecimento
  • Maior motivação.
  • Estímulo à autonomia;
  • desenvolvimento da autoconfiança;
  • Maior facilidade para a resolver problemas;
  • Sentimento positivo de serem protagonistas do próprio aprendizado.
  • Melhores resultados acadêmicos de maneira geral

Vantagens para o professor e para a escola

Para o professor, a aprendizagem ativa é uma boa maneira de melhorar o acompanhamento e a avaliação dos alunos. Por meio dessa técnica é possível mapear as necessidades e dificuldades de cada estudante, abrindo caminho para abordagens individualizadas. Quando se utiliza a aprendizagem ativa, a equipe pedagógica aproveita vantagens tais como:

Além disso, com o aumento do engajamento, a instituição de ensino consegue aumentar os índices de satisfação de pais e responsáveis, garantir uma maior retenção de alunos e ainda sair fortalecida no mercado, o que também pode incrementar a captação de novos alunos.

Como preparar os professores para lidar com a aprendizagem ativa?

Para que o método funcione, a equipe docente precisa adaptar sua didática. Por isso, é preciso orientar os professores sobre as práticas que devem ser adotadas. É necessário explicar que na aprendizagem ativa o professor não vai, necessariamente, apresentar o conteúdo aos alunos, pois esse primeiro contato é feito através da preparação prévia dos estudantes.

Em sala de aula, o professor promove debates, esclarece dúvidas e chama a atenção para alguns pontos-chave, isso sem jamais deixar de monitorar os resultados e desenvolver as competências dos estudantes. É necessário que toda a equipe docente compreenda essa abordagem.

Entretanto, isso não quer dizer que as aulas expositivas devam sumir. Na verdade, elas podem ser alternadas com atividades práticas, que promovam a criatividade e complementem o entendimento das teorias. O importante é sempre pensar em maneiras de estimular a participação mais ativa do aluno em todo o processo de ensino.

Como levar a aprendizagem ativa para a sua sala de aula?

Sua escola pode incentivar os professores a adotar algumas simples estratégias para começar a implementar a aprendizagem ativa no dia a dia. Confira quais são esses recursos!

Discussões

As rodas de discussão em classe ou de fóruns online podem ser bastante utilizados porque dão aos alunos a oportunidade de desenvolver o raciocínio e o pensamento crítico. Proponha assuntos de interesse dos alunos, indique leituras ou filmes sobre o tema escolhido e organize uma roda de debates!

Estudo em grupo

O estímulo ao estudo em dupla ou em grupos pequenos permite que os alunos tirem dúvidas entre si. Dessa forma, exploram o assunto e enriquecem a discussão, tornando o aprendizado bastante colaborativo. Além disso, a prática do estudo em grupo ainda estimula o trabalho em equipe dá espaço para o desenvolvimento de ideias totalmente novas.

Jogos e brincadeiras

Os jogos pedagógicos podem ser uma ótima opção! Que tal lançar um assunto e pedir para que os alunos anotem informações sobre o tópico em uma folha de papel? Um Talk-show também pode ser bastante divertido: um aluno é entrevistado, encenando personagens históricos ou de um livro. Nesse caso, o importante é ser criativo e propor uma atividade da qual seus alunos vão se lembrar por muito tempo.

Interações online

Explore as ferramentas que a internet oferece. Criar um blog e postar as lições deixa aberto o caminho para pesquisa. As discussões em sala de aula podem se estender ao ambiente virtual, promovendo uma troca mais interessante com links de artigos ou entrevistas sobre o assunto abordado. E, se no passado, as fontes de pesquisa eram escassas – em alguns casos se resumiam às bibliotecas -, hoje temos uma infinidade de meios para chegar até as respostas e informações. A internet está aí para ser a grande aliada da aprendizagem ativa.

Aprender na prática

Sempre que tiver oportunidade, o professor deve incentivar os alunos a aprender através de experiências práticas. Isso ajuda a fixar o conteúdo de forma muito mais fácil do que através de uma leitura. Vale propor aulas ao ar livre, no laboratório de ciências ou até mesmo na sala de aula, porém com materiais mais relacionados ao cotidiano dos estudantes.

in https://blog.wpensar.com.br/